sexta-feira, novembro 18

Sei não



Não sei se a culpa é da percepção de que três décadas de uma vida passaram e pouco foi feito. 

Não sei se é o momento de readaptação após voltar de um lugar onde eu gostaria de ter ficado. 

Não sei se são os oito quilos a mais que me fazem repelir as imagens refletidas em espelhos - ou em vídeos que insisto em fazer para o trabalho. 

Não sei se é uma crise geral por não conseguir imaginar que um dia conseguirei ganhar dinheiro para comprar um apartamento meu e poder quebrar todas as paredes, além de colorir as que sobrarem. 

Ou dinheiro para conhecer o mundo, já que aos 30, não pisei em sequer um décimo das terras estranhas que gostaria de ter entre meus dedos. 

Não sei se é a falta de iniciativa para pôr em prática todos os planos mentais que fiz para minha vida. 

Não sei se é a culpa pela preguiça. Ou a culpa pela eterna culpa.

Só sei que hoje senti falta de escrever. 

Um comentário:

RAMON(ES) disse...

Disso aí a pior parte é o dinheiro pra comprar apartamento. Melhor viajar primeiro e pensar nisso depois. Você pelo menos já foi nos EUA, já é alguma coisa. Beijos!